Eventos

8 festival cultura coreana,kowaii mitos e lendas , kowaii eventos , evento coreano sp 2014 , korean event sp 2014 , evento coreano em setembro 2014

Playlist

Parceiros

Terror japones , kowaii mitos e lendas , japan horror

 jogos originais , games orientais , jogos oficiais , play-asia , asia games , buy original game

Lenda brasileira , brazil legend

 

 

A Lenda de Maria Perpetua Calafate

 

Essa lenda trata de falar de uma portuguesa que acabou vindo parar aqui no Brasil, estabelecendo-se em São Sebastião, SP. Ela teria sido uma pessoa altamente cruel, e seu nome é relacionado com bruxaria e outras coisas mais.

Maria Perpétua nasceu na cidade do Porto em Portugal no ano de 1790 e casou-se ainda muito jovem, contava apenas com 12 anos de idade, porém rapidamente tornou-se viúva. Com a morte do marido mudou-se para o Brasil e casou-se novamente, passando então a residir na ilha de São Sebastião, litoral norte do estado de São Paulo.

Perpétua, como era mais conhecida, era uma mulher de personalidade forte e dona de um comportamento considerado avançado para época; por isso ela não era aceita pela maioria dos moradores da ilha e passou a ser considerada uma má influência para o lugar.

Ela ficou ainda mais mal falada depois que teve um filho fora do casamento, o que para a época era considerado um escândalo.

Perpétua era tida também como uma mulher perversa, principalmente com seus escravos.

Costumava puni-los cruelmente por qualquer deslize. Diziam que ela os deixava passando fome, mantinha-os presos em correntes, amarrava-os em troncos de arvores para açoita-los, mutilava-os e até mesmo matava-os quando sentia vontade.

Conta-se que certa vez ela mandou decepar a língua de um de seus escravos só porque este lhe respondeu atravessado.

Megera, mandona, cruel, adjetivos não faltavam para defini-la.

Com o casamento em crise, Perpétua passou a se interessar por magia e ocultismo e a receitar práticas mágicas de diversos tipos incluindo ingredientes inusitados como excrementos humanos, pedacinhos de unhas, insetos mortos e raspas de ossos de defunto.

Sua fama como feiticeira aumentava cada vez mais e ela passou a vender poções do amor para pessoas apaixonadas não correspondidas, estimulantes sexuais para os mais velhos e venenos para aqueles que desejavam matar alguém.

Por volta de 1812, ela foi denunciada às autoridades locais por bruxaria e feitiçaria. Entre os denunciantes estava o capitão Domingos, o traficante de escravos mais poderoso da região. Segundo consta, Perpétua teve um desentendimento com Joana, a escrava preferida do capitão Domingos, e jurou vingar-se. Coincidentemente, alguns dias depois, Joana adoeceu e, em seguida, veio a falecer. O capitão Domingos, junto com outros moradores da ilha, deu queixa ao padre do vilarejo acusando Perpétua de ter jogado um feitiço na escrava e assim ter provocado a morte da mesma. O governador da capitania de São Paulo ficou sabendo do ocorrido e deu ordem para que a casa dela fosse investigada. Além de diversos apetrechos de magia, foi encontrada uma orelha humana seca.

Perpétua foi levada para a cadeia de São Vicente, mas foi liberada logo em seguida graças ao marido que era um homem muito rico e influente.

Em 26 de outubro de 1817, durante uma discussão com o marido, Perpétua levou uma facada e acabou morrendo por hemorragia.

Reza a lenda que por ter sido muito má em vida, Perpétua recebeu um castigo divino na sua morte e foi condenada a vagar eternamente assombrando os habitantes da ilha de São Sebastião. Dizem que ela aparece vestida de branco nas noites de lua cheia.

Related Articles:
Ju-on - A Lenda (3619 Hits)
Japão
Tek Tek tek - A Lenda (20314 Hits)
Japão
A lenda da Kitsune (21166 Hits)
Japão
Lenda Japonesa - Raposa (2210 Hits)
Japão
 
Vc já tentou invocar algum espirito?
 

Pedidos - Recados

Galeria imagens

Hello Ghost (2010)_500x700.jpg


kowaii mitos e lendas , kowaii facebook , kowaii fb

WCounter

W3Counter

Kowaii Mitos & Lendas Asiaticas
lunarized by joomlashack